O que é hipertensão: descubra as causas e como essa doença funciona

o que é hipertensão

Muito se fala sobre hipertensão, mas você sabe exatamente o que é hipertensão e quais as suas causas? Se a resposta for negativa, confira agora mesmo este post. 

Boa leitura!

O que é hipertensão

A hipertensão arterial é o aumento anormal por um longo período da pressão que o sangue exerce nas paredes das artérias ao circular pelo organismo. 

Para chegar a cada parte do nosso corpo, o sangue bombeado pelo coração exerce uma força natural nas paredes internas das artérias que, por sua vez oferecem certa resistência a essa passagem. E é essa disputa que define a  pressão arterial. 

Ao longo do dia, ela pode variar bastante. Por exemplo, quando estamos deitados, a pressão arterial fica mais baixa, e quando nos movimentamos, ela sobe.

Como medir a pressão arterial

Para fazer a medição da pressão é usado um aparelho chamado esfigmomanômetro, posicionado em volta do braço, e um estetoscópio para ouvir os sons do peito. O primeiro número é registrado no momento em que o coração libera o sangue. Essa é a pressão sistólica (ou máxima), que não deve ultrapassar 12 mmHg. Já o segundo valor é a pressão diastólica (ou mínima), que deve ficar em torno de 8 mmHg. 

Quando a pressão fica descontrolada, o coração é o órgão mais afetado, pois não recebe sangue e oxigenação suficientes e isso pode acabar causando um infarto. O acidente vascular cerebral (AVC), também é uma consequência frequente da hipertensão, bem como a  insuficiência renal. 

Valores de referência 

Segundo a Sociedade Brasileira de Hipertensão, a pressão arterial é alta entre os adultos quando está acima de 13 por 9.  Assim, temos os seguintes valores de referências para adultos: 

  • Normal: sistólica entre 105 e 120 mmHg e diastólica entre 60 e 80 mmHg;
  • Pré-hipertensão (limítrofe): sistólica entre 121 e 139 mmHg e diastólica menor  entre 81 e 89 mmHg;
  • Hipertensão, estágio I (Leve): sistólica entre 140 e 159 mmHg ou diastólica entre 90 e 99;
  • Hipertensão, estágio II (Moderada): sistólica entre 160 e 179 mmHg ou diastólica entre 100 e 109 mmHg; 
  • Hipertensão, estágio III (Grave): sistólica maior que 180 mmHg e/ou diastólica maior que 110 mmHg.

A pressão arterial em grávidas segue os mesmos critérios acima. Porém, quando falamos de crianças, essa medição é mais complexa e deve levar em consideração a altura, o sexo e a idade da criança.  

E por fim, quanto aos idosos, geralmente, a pressão arterial aumenta com a idade. Por essa razão, que, em idosos, a hipertensão só é considerada quando o valor ultrapassa os 150 x 90 mmHg e assim temos: 

  • Pressão arterial normal: até 120 x 80 mmHg
  • Pré-hipertensão: idoso 120 x 80 mmHg a 138 x 89 mmHg, idoso com diabetes 120 x 80 mmHg a 149 x 89 mmHg
  • Hipertensão: idoso a partir de 140 x 90 mmHg e idoso com diabetes a partir de 150 x 90 mmHg.

As causas da hipertensão

São múltiplas as causas da hipertensão, veja abaixo:

  • Histórico familiar: filhos de pais hipertensos têm um risco 30% maior de ter pressão alta;
  • Idade: a partir dos 60 anos de idade, as artérias perdem a flexibilidade;
  • Etnia: a doença é mais prevalente na população negra e asiática;
  • Obesidade;
  • Poluição;
  • Estresse;
  • Sono irregular;
  • Menopausa: a queda dos hormônios femininos danifica as artérias;
  • Consumo excessivo de bebida alcoólica;
  • Tabagismo;
  • Alto consumo de sal;
  • Sedentarismo.

Porém, independente da causa, a pressão arterial pode e deve ser controlada de forma que a pessoa consiga levar uma vida perfeitamente normal e livre das complicações que ela pode trazer quando elevada. Logo, nada melhor do que levar uma vida saudável, seguir todas as recomendações médicas e monitorar diariamente a pressão arterial.

E quando falamos em monitorar a pressão arterial o ideal é poder contar com um bom aparelho para sua medição em casa

Aqui você encontra artigos sobre hipertensão, além de indicações dos melhores produtos para melhorar a sua qualidade de vida e também dicas para prevenção desta e outras patologias relacionadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *