Saiba os cuidados que os dentistas devem ter com pacientes hipertensos

dentista e cuidados com pacientes hipertensos

Profissionais que trabalham na área da saúde ou da odontologia precisam ter maiores cuidados com pacientes hipertensos. Isso porque essa doença atinge diversas áreas cruciais do corpo e que podem trazer complicações maiores em diversos aspectos. 

A hipertensão é popularmente conhecida como “pressão alta” e sua relação é com os níveis de tensão do sangue durante a sua circulação. 

Assim, se as artérias estiverem estreitas, elas aumentam a exigência na intensidade do bombeamento do sangue para fazer o sangue circular. Ou seja, a doença em questão faz justamente com que o coração e a circulação danifiquem as artérias. 

Essa doença é encontrada com maior frequência nas pessoas que sofrem com problemas com o colesterol elevado ou obesidade. 

Dados sobre a hipertensão

De acordo com os dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), atualmente, a hipertensão é a doença que mais mata pessoas no mundo, justamente por estar ligada às doenças cardiovasculares.

Mais ainda, de acordo com a Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo (Socesp), 36 milhões de brasileiros sofrem de pressão alta. 

A hipertensão afeta aproximadamente 60% dos idosos do país e é responsável de forma direta ou indireta por mortes por doenças cardiovasculares, correspondendo a cerca de 200 mil por ano, ainda segundo a Socesp.

De modo a auxiliar na identificação e procura por profissionais, quem sofre de hipertensão pode apresentar os seguintes sintomas:

  • Dor no peito;
  • Dor de cabeça;
  • Tonturas;
  • Zumbido no ouvido;
  • Sensação de fraqueza;
  • Visão embaçada;
  • Sangramento nasal.

Além disso, os fatores de risco para a manifestação do problema são:

  • Consumo de sal em excesso;
  • Tabagismo;
  • Sedentarismo;
  • Diabetes;
  • Obesidade;
  • Estresse;
  • Bebidas alcoólicas;
  • Sono ruim.

Cuidados especiais dos dentistas com hipertensos

Os pacientes portadores de hipertensão arterial precisam de cuidados especiais nos consultórios odontológicos. 

Por isso, os dentistas precisam fazer consultas em que há maior atenção na hiperplasia das gengivas e na produção de saliva.

Vale destacar que a boca seca favorece a formação de bactérias, portanto, é importante manter a boca hidratada, tomando dois litros de água por dia para a produção de saliva de forma correta, principalmente para quem tem hipertensão. 

Isso porque as bactérias na boca podem danificar drasticamente o esmalte e a estrutura do dente como um todo. 

Inclusive, se for um caso agravado, o dentista deve fazer a extração do dente, limpar a área e colocar o implante dentário, para a saúde da arcada dentária e a funcionalidade da estrutura.

Além disso, alguns medicamentos para hipertensos podem apresentar a xerostomia como efeito colateral, o que deve ser tratado. Isso porque o acúmulo de bactérias na boca pode causar mais problemas não só na cavidade bucal, como no sistema cardiovascular também. 

Como mencionado, caso o paciente sofra com a estrutura da arcada dentária comprometida, seja de forma unitária, parcial ou integral, vale procurar o valor de um implante dentário para a recuperação da estrutura.

Contudo, os cuidados com a hipertensão devem ser mantidos, aliados ao acompanhamento médico e odontológico. 

Também é importante considerar a importância de se fazer o acompanhamento adequado da pressão, inclusive antes dos tratamentos odontológicos.

Assim, pode ser interessante adotar medidas como mensurar a pressão arterial do paciente, principalmente dos que sofrem de hipertensão, antes dos procedimentos.

Isso se mostra ainda mais necessário nos mais invasivos, como os cirúrgicos, ou estéticos como a lente de contato dental, para ter mais segurança durante o processo.

Cuidados diários

Os pacientes que sofrem com a hipertensão precisam redobrar os seus cuidados com a saúde bucal para não sofrerem outras complicações, seja na boca ou no sistema cardiovascular. 

Portanto, esses pacientes devem escovar os dentes corretamente ao final de cada refeição, além de usar o fio dental diariamente e realizar o bochecho com enxaguante bucal.

Esses hábitos de limpeza se mostram ainda mais necessários quando já há tratamentos em andamento, pois podem facilitar a proliferação de bactérias se a escovação não é feita adequadamente.

Além disso, evitar alimentos salgados, gordurosos e açucarados é crucial para a saúde como um todo.

Do mesmo modo, deve-se aumentar o consumo de água e de frutas ricas em vitaminas e nutrientes para estimular a produção de saliva e ajuda a preservar o esmalte do dente, o fator que conserva a coloração branca do dente.

Assim, após o controle da hipertensão e manutenção adequada da saúde bucal, as pessoas que desejem recuperar a coloração dos dentes, é possível recorrer aos procedimentos estéticos, como o clareamento dental, que recupera a coloração de forma prática.

Aqui você encontra artigos sobre hipertensão, além de indicações dos melhores produtos para melhorar a sua qualidade de vida e também dicas para prevenção desta e outras patologias relacionadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *